quarta-feira, 18 de outubro de 2017

No frigir dos ovos















Acabo de sair do avião e recebo mensagem do meu amigo Fábio "Snoopy" falando que encontramos um gol salvador no último lance e que o Gatito evitou a derrota para o Avaí.

Empate de 1 a 1 (Marcos Vinicius), apresentando - mais uma vez - um futebol melancólico.

A coisa está ficando feia, hein?

Como não assisti o jogo, o CB está aberto para os comentários dos amigos.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

Parada complicada




Dia de pegar estrada de volta para casa. 

Sair do interior do MS antes das 8h e só chegar em casa depois das 23h30. Ou seja, como deu para perceber, não conseguirei assistir o jogo de hoje a noite, contra o Avaí.

Adversário que nos venceu em pleno Niltão.

E soma-se isso ao fato de sempre termos dificuldades quando atuamos lá na Ressacada. 

Pelo visto, tudo para ser um jogo complicadíssimo...
...mas esse Botafogo é de uma imprevisibilidade ímpar. 

Daí, tudo pode acontecer.

Pra cima deles, Fogão!

Obs: Aguardo os comentários dos amigos no pós-jogo.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Tem que trabalhar muito mais

















Em entrevista coletiva, o lateral Arnaldo falou sobre o momento ruim do setor defensivo botafoguense:

"- Não sei o que aconteceu nos últimos jogos. Foram 7 gols nos últimos 4 jogos, mas mesmo assim creio que a gente ainda esteja forte defensivamente. Temos que ver os erros para melhorar. O Brasileirão é  um Campeonato muito equilibrado e temos que trabalhar para se manter no grupo da frente".

Não, Arnaldo. Não estamos fortes defensivamente. Os números não mentem. E fica ainda pior quando analisamos friamente como muitos desses gols sofridos aconteceram. 

Para melhorar, não vejo outra alternativa diferente de muito treino. Inclusive com trabalhos diferentes. Mas o problema é que as atividades geralmente acontecem em duas horinhas em um único período do dia. E isso, depois de praticamente dois dias e meio de folga. 

Insisto: Vida de jogador profissional de time grande é uma benção. Por isso não aceito desculpas de cansaço e/ou qualquer outra balela. Eles têm justificativas para tudo...justamente por aceitarmos (a grande maioria da torcida) sem qualquer contra-argumentação. 

Cansa! Enche o saco!

SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Preguiçoso




O técnico Jair Ventura foi quem indicou o Marcos Vinicius para o Botafogo. Disse que se tratava de um armador técnico, velocista, de ótima visão de jogo e conclusão.

Nas duas ou três primeiras oportunidades, pareceu que daria certo.

Ledo engano.

Daí em diante, eu, que não conhecia o jogador, comecei a entender porque sequer era banco de reservas no Cruzeiro.

É um atleta totalmente diferente do "desenhado" pelo JV: Lento, preguiçoso, "morcegão"...

Se o MV não é isso, então algo acontece com seu futebol. Que alguém explique...
...mas não vale falar em tempo de adaptação e/ou problemas físicos, afinal, nenhum dos dois está mais em questão.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

domingo, 15 de outubro de 2017

Meia razão




Quase todos jogadores botafoguenses ficaram inconformados e foram reclamar com o árbitro após o apito final. O atacante Rodrigo Pimpão falou sobre os lances polêmicos na derrota de ontem:

"- Se for para usar os critérios têm que usar para os dois lados. Tiveram duas ou três bolas na mão. No meu lance com o Madson foi bola na mão. Depois fora da área foi falta. Tenho que ver na televisão. Ele deu cinco minutos de acréscimo, mas o jogo ficou parado por três minutos".

Concordo principalmente quando avaliamos que a arbitragem brasileira não tem critério algum. Aposto que 50% dos "apitadores" marcariam os pênaltis e outros 50% seguiriam o condutor do clássico de ontem. Quanto a isso, é inquestionável o que o Pimpão comentou. Agora, em minha opinião, repito: Achei que todos os três lances polêmicos foram bem apitados pelo "homem de amarelo".  Me irritou mais o que o RP lembrou sobre a péssima condução dos minutos de acréscimo. Aí sim, erro crasso que nem precisa de replay para criticar!

De todo modo, não podemos tapar o sol com a peneira. Perdemos porque o time não vem atuando bem, não tem variações táticas e falta muito talento do meio para frente.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

sábado, 14 de outubro de 2017

Futebol ruim. Resultado pior ainda















O Botafogo mais uma vez não fez uma boa apresentação. Só que diferente dós vitória no último minuto na quarta passada, hoje o GLORIOSO perdeu de 0 a 1 para o limitadíssimo Vasco da Gama.

Resultado que não nos tira da briga pelo G4, mas certamente deixa a situação bem difícil, afinal, os nossos jogos restantes não são dos mais fáceis. Isso, sem contar o fraco futebol que o time anda mostrando.

Na noite deste sábado, um time que até conseguiu ter posse de bola e controle do campo na maior parte da primeira etapa. Mesmo assim, a preguiça e pouca qualidade técnica para buscar o gol falaram mais alto. Ou seja, 45 minutos iniciais que não preocuparam (em relação ao adversário), mas que também não empolgaram.

Na segunda etapa, uma mexida no Vasco e a melhora sentida na equipe dos caras. Já do nosso lado, o técnico Jair não dava mostras de que estava incomodado com o jogo. O tempo foi passando e nenhum sinal de mudança...
...até que ele acenou com o "polivalente" (?) Gilson para resolver todos os problemas de criação e ataque.

Só não contava que antes da alteração, tivéssemos um lance polêmico ao nosso favor e que no contragolpe vascaíno - também com um lance duvidoso -, o gol da derrota.

Aí, no desespero, o Jair resolveu mudar e fez as alterações "seis por meia dúzia". Nada novo mostrado. Até no abafa, pouco (ou nada) assustávamos. Para mim, sinais de que o tempo para trabalhos diferentes têm sido mal aproveitados. Não é possível que o time só atue de uma maneira e seja incapaz de apresentar qualquer coisa ensaiada, trabalhada, etc.

No final, um outro lance que foi pedido pênalti para aumentar o nervosismo dos botafoguenses. 

Nada marcado...e três pontos perdidos para mais uma equipe bem inferior.

Difícil imaginar algo que anime para a próxima quarta, contra o Avaí, lá em Florianópolis...

Obs: Em tempo, revi os três lances polêmicos e confesso que - só com várias repetições - concordei com todas as marcações do árbitro.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

Botafogo 0 x 1 Vasco

1- Gatito: Sem culpa no gol. Pouco trabalho - 6,0

2- Arnaldo: Partida na base da vontade - 6,5

3- Carli: Não foi muito exigido - 6,0

4- Igor Rabello: Ganha a maioria, mas todo jogo tem um lance que dá certo vacilo - 5,5

5- Rodrigo Lindoso: Os incontáveis passes laterais de 30 cm - 5,5

6- Victor Luís: Perdeu todo o seu poder ofensivo - 5,0

7- Rodrigo Pimpão: Errou tudo e mais um pouco - 4,5

8- Bruno Silva: Começou bem, mas exagerou em toques enfeitados - 6,0

9- Brenner: Perdido em campo. É muito limitado tecnicamente - 4,5

10- Marcos Vinicius: Preguiçoso e dando impressão de estar sempre cansado - 4,5

11- João Paulo: O melhor do time. Onipresente no campo - 7,0

12- Gilson: Não conseguiu criar nada pela esquerda - 5,0

13- Guilherme: Só ciscou - 5,0

14- Vinicius Tanque: Um toque na bola (chute perigoso) - 5,0

Jair Ventura: Continua confiando sempre na mesma maneira de jogar e repetições das mexidas. Nada novo, mesmo tendo tempo para treinar situações diversas - 5,0

Clássico de mega importância





Vasco e Botafogo se enfrentam hoje a noite no Maracanã.

Mando de campo do cruzmaltino, que também terá 90% do estádio ao seu dispor.

Mas é o Botafogo que briga na parte mais de cima da tabela.

Esperamos que ao final do jogo, os 10% dos botafoguenses presentes saiam cantando mais alto. Até porque, vencer clássico é sempre motivante.

Pra cima deles, Fogão!


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Mudança no meio




Contra o Vitória, o Jair resolveu inventar e tirou o Matheus Fernandes para começar com o Marcos Vinicius. 

Não deu muito certo.

Na quarta passada, apesar da vitória sofrida e sem um bom futebol, o jovem volante voltou ao time titular, que iniciou com o esquema tático mais utilizado até aqui ao longo de toda temporada.

Inegável que ganhamos mais consistência no importantíssimo setor de meio campo.

No clássico de amanhã - contra o Vasco -, o Matheus não poderá atuar, pois recebeu o terceiro amarelo diante da Chapecoense.

Aí entra a pergunta: E agora? Tentar algo novo ou buscar uma substituição que mantenha mais o esquema? O que você faria?


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Menos, JV!




Autor do gol salvador na noite de ontem, o Vinicius Tanque foi bastante elogiado pelo técnico Jair Ventura:

"- O Tanque teve três propostas de empréstimo. Eu disse não o tempo todo. Queriam liberar, mas disse que não podia. Reclamo tanto da carência do ataque. Isso faz parte do planejamento. Eu investi. Muitas pessoas não têm simpatia pelo atleta. Mas não adianta vaiar porque é ele que vai. Com a camisa 9, ele vai brigar com ele. Sobre a renovação dele, temos um regime presidencialista".

Parabéns ao Vinicius pelo gol...
...mas apesar da importância do "tento", o saldo das chances dele nos profissionais ainda é negativo. Fica fácil para o Jair, agora que venceu com gol dele, falar que assumiu a bronca pela sua permanência e tal, né?

Espero que não seja preciso, mas quero ver se o treinador botafoguense também baterá no peito, caso o atacante não consiga apresentar bom futebol nas próximas oportunidades. Até porque, juro que tento entender o motivo de tanta insistência e "investimento" do Jair com o Tanque e nada disso com relação, por exemplo, ao Renan Gorne.

Enfim, valeu por ontem, mas repito: O saldo ainda não é positivo.

E que fique claro: Todos torcemos para que seja, afinal, vestiu a camisa do Botafogo, tem sempre a nossa torcida.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

No finalzinho




Só cheguei em casa agora e fiquei sabendo que a vitória de 2 a 1 (Brenner e Vinicius Tanque) foi emocionante e com direito a gol nos acréscimos, né?

Bom, o importante é somar pontos. E hoje nós colocamos mais três para dentro.

Agora aguardo mais detalhes nos comentários dos amigos...


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

Ordem do dia: Vencer ou vencer





Depois da vergonhosa derrota para o Vitória na última rodada, o Botafogo tem outra oportunidade de, em casa, tentar somar três importantes pontos.

O adversário é a Chapecoense, que vem ali no meio da tabela, flertando com posições na parte de cima, mas também ameaçada de entrar na zona perigosa.

Para o Botafogo, jogo daqueles considerados complicados. Geralmente é onde deixamos os pontos escorrerem entre os dedos e depois ficamos lamentando por não estarmos em posições melhores na tabela de classificação.

O último jogo não me deixa mentir.

Mas já basta. É hora de mudar esse quadro.

Pra cima deles, Fogão!

Obs: Estarei fora durante o jogo. Só terei notícia após o apito final. E espero que seja uma boa notícia vinda de vocês.


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!

terça-feira, 10 de outubro de 2017

(Muitos) passes burocráticos




Notícia retirada do site Lancenet:

"Consolidado como volante, Lindoso lidera passes certos do Botafogo.

Em entrevista, meio-campista do Glorioso inicia com sucesso as jogadas da equipe alvinegra e se torna cada vez mais importante na formação de Jair Ventura".

Até acho que o Lindoso deu uma melhorada, mas gostaria dos dados mais precisos. Ou seja, quantos desses passes foram "verticais" e quantos foram laterais com menos de 2 metros de distância. 

Além disso, importância à parte (para essa reta final de temporada), eu espero que o Aírton renove e que o meio de campo do time em 2018 seja formado sem o RL de titular. No máximo, uma opção entre os reservas.

E para vocês: Pensando no próximo ano, Lindoso titular absoluto/indiscutível ou não?


SAUDAÇÕES ALVINEGRAS!!!